"Dai-me cem pregadores que nada temam senão o pecado, e nada desejam senão a Deus, e não me importaria se fossem clérigos ou leigos. Com eles eu sacudiria as portas do inferno e estabeleceria o Reino de Deus na terra."


John Wesley

3 de mai de 2009

A busca por uma vida bela e uma bela vida. Qual Vida você busca?

Por Pr. Alexandre Farias
A bela vida pode ser representada pela busca do ter, do ser, do possuir, do conquistar, do parecer, do mostrar suas conquistas pelos números, pela multiplicação, pelo índice de vitórias ou pelos seus bens matérias.
Nos tempos bíblicos, a bela vida poderia ser reconhecida pela quantidade de súditos que o rei tinha ao seu dispor, pelos alimentos requintados, pelas vestes, pela quantidade de cavalos e cavaleiro que um reino possuía, pelo manto ou túnica de linho fino usada por alguém.
O grande problema é que a busca da bela vida tira o que a vida tem de bela – os detalhes. Para os que buscam uma bela vida, os pequenos detalhes são desprezados, são pequenos demais para perceber o cuidado de Deus.
A busca incessante pela bela vida pode trazer um desconforto; o desejo de ser mais do que os outros leva o ser humano perder a paz.
A paz pode ser abalada pela busca incansável de se manter no topo, de não perder o seu lugar ao sol.
Esta paz é abalada quando ela só satisfaz apenas o ego pelo querer ter ou ”ser”, pois a cada dia esta felicidade de “ser” mais que os outros se torna mutável, se transforma em outra busca, maior que a anterior, ela se transforma pela visão do outro, pelo que ele possui a mais.
Esta busca não acaba, se transforma em outra busca, não tem fim e retira uma paz que deveríamos ter sem ao menos “ter”.
Talvez, seja por isso que muitos se sentem cansados, desgastados, comidos pela incansável busca do ter ser, seja uma busca material ou ministerial. A inquietude da alma é o pesadelo de não ser.
É por isso que alguns homens e mulheres se sentem esquecidos por Deus, por comparar a presença do Senhor pelas conquistas materiais que possui em mãos. Eles esquecem que o que é conquistado são tesouros que se corroem e perdem o seu valor pelo tempo.
Alguns estão fazendo uma pergunta a cada dia: Se não tenho – eu não sou?
A pergunta que devemos fazer não é esta, mas: O que eu sou?Aquilo que dizem ou aquilo que eu sei que sou?
A benção do Senhor está sobre você, mesmo que você não tenha os bens que o outro tem. Mesmo passando lutas, precisando comprar o remédio na farmácia, arrumando o carro, mesmo que em alguns momentos você não entenda o que está acontecendo.
A benção espiritual nunca é medida pela bela vida. Não fique buscando saber o que o homem diz quem você é, mas saiba que Deus te fez único, incomparável e é Ele que deve dar a opinião de quem é você. Esta é a busca da vida bela – Saber que mesmo na angustia, tribulação, nas condições sociais que você vive – Ele te fortalece e sustenta. O sábio busca uma vida bela, e sua vida não é fortalecida pelo que se vai, mas pela sabedoria (Eclesiastes 7 v19).
A vida bela traz liberdade, não busca o que representa. Ela sobressai pelo conhecimento de quem sou e não pelo que querem que eu seja.
Jó deixou claro que Deus não faz acepção das pessoas e de príncipes, nem estima o rico mais do que o pobre (Jó34v.19).
Se a riqueza representa a bela vida, talvez ela também represente a escravidão. Quem busca a bela vida se torna escravo todos os dias do mutável conceito da sociedade do que é – uma bela vida.Se perder suas posses, o seu cargo, o seu posto de autoridade retira a sua paz, você não possui a paz que Jesus prometeu, parafraseando as palavras de Jesus : “Não vou dar a vocês uma paz que o mundo dá, mas uma outra paz .” (João 14 v.7).
Pensando nestas palavras, se o homem se acha em paz com o que ele se julga ser, esta paz é apenas passageira e não o leva ao verdadeiro sentido da paz de Cristo, pois o que somos hoje, pode deixar de ser, amanhã.
Repito: A vida bela é vivida por aquele que não se preocupa com o que o homem acha que ele é, o que a sociedade acha quem ele é, mas aquilo que Deus diz quem ele é.
A vida bela não se faz transparecer pela demonstração de santidade em público. Jesus mesmo disse: “E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa (Mateus 6 v. 5).”
A bela vida recebe sua recompensa aqui, mas a Vida bela busca apenas a misericórdia de Deus. A recompensa é apenas um fruto do que se produz e possui valor nos detalhes.
A vida bela nos torna único, nos faz reconhecer que a vontade de Deus para 2009 pode ser aquilo que eu sonhei ou não sonhei, mas o que importa é estar no centro da vontade de Deus.Não é pecado buscar o melhor da vida, mas quando este melhor é o único objetivo que se tem – ele se torna pecado, do mesmo calibre do adultério.
A vida bela faz olhar os momentos de livramento, reconhecer uma oração sincera de agradecimento, a adoração verdadeira.
O verdadeiro cristão não corre atrás de uma bela vida, mas olha para os detalhes de uma vida bela.
A preocupação da bela vida está no que os outros vão pensar se eu chegar de fusca na igreja, se eu disser que estou doente, se amanhã eu precisar de uma cesta básica - o que vão dizer! Mas a bela vida só se preocupa em agradecer pelo livramento destes momentos.
A vida bela é saber viver como Paulo – “Não digo isto por causa de necessidade, porque já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre. Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade (Filipenses 4 v. 13)” .
O cristão que busca uma bela vida usa o “Posso Todas as Coisas naquele que me fortalece” para buscar mais e mais a cada dia, se sente acima da lei e de todos os que também podem ainda ser alcançados pelo sacrifício vicário da Cruz, mas não reconhece que estas palavras de Paulo nos orienta que Deus nos sustenta na adversidade da vida.
Qual é o seu objetivo em 2009 ?
Buscar a bela vida ou ter uma vida bela?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
©2009 ** Por ADILINHA