"Dai-me cem pregadores que nada temam senão o pecado, e nada desejam senão a Deus, e não me importaria se fossem clérigos ou leigos. Com eles eu sacudiria as portas do inferno e estabeleceria o Reino de Deus na terra."


John Wesley

17 de jan de 2011

A Responsabilidade do Rapaz



Rapazes, chegou a hora de nos posicionarmos em defesa da honra e da retidão das nossas irmãs. Precisamos parar de agir como “caçadores” tentando pegar garotas e começar a nos ver como guerreiros e protegê-las.

Como podemos fazer isso?

Primeiro, devemos entender que garotas não lutam com as mesmas tentações que as nossas. Nós enfrentamos mais os impulsos sexuais enquanto elas lutam mais com as emoções. Podemos ajudar a guardar os seus corações sendo sinceros e honestos na nossa comunicação. Precisamos prometer eliminar toda espécie de paquera e recusar a fazer joguinhos e levá-los adiante. Temos de redobrar a atenção para certificarmos que nada do que dizemos ou fazemos estejam provocando sentimentos ou expectativas inadequadas.

Matt Canlis exemplificou esta idéia de guardar a pureza de uma garota em seu relacionamento com Julie Clifton, a mulher com quem agora está casado. Muito antes deles buscarem o casamento, ambos se sentiram profundamente atraídos um pelo outro. Mas durante um certo tempo, Deus deixou claro para Julie que ela deveria se concentrar n’Ele e não se distrair com o Matt.

Apesar do Matt não saber disso naquela época, ele fez da sua prioridade proteger o coração de Julie durante esse tempo de espera, mesmo se achando pessoalmente interessado nela. Ele evitou qualquer coisa que poderia dificultar a Julie de se concentrar em servir a Deus.

Esta época não durou para sempre, e eventualmente Matt e Julie noivaram.
um tempo depois Julie explicou como ela estava grata pelo fato do Matt ter maturidade suficiente para colocar as suas necessidades acima das dele próprio. Ao priorizar a pureza emocional e espiritual dela, Matt ajudou Julie a concentrar sua mente e o seu coração em Deus. Se Matt tivesse agido egoisticamente, ele poderia ter distraído a Julie e arruinado o que Deus queria realizar através da vida dela.

Que exemplo de amor fraternal!‼

Tenho vontade de chorar quando penso nas inúmeras vezes que negligenciei minha responsabilidade de proteger o coração das garotas. Ao invés de fazer o papel de um guerreiro, eu fiz o de um ladrão, roubando o foco de Deus para mim mesmo. Estou determinado a agir melhor. Eu quero ser o tipo de amigo de quem o futuro esposo da garota poderia dizer um dia: “Muito obrigado por vigiar o coração da minha esposa. Muito obrigado por proteger a sua pureza”.

Joshua Harris (Livro “Eu disse adeus ao namoro”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
©2009 ** Por ADILINHA