"Dai-me cem pregadores que nada temam senão o pecado, e nada desejam senão a Deus, e não me importaria se fossem clérigos ou leigos. Com eles eu sacudiria as portas do inferno e estabeleceria o Reino de Deus na terra."


John Wesley

26 de abr de 2009

Apresentador de programa cristão é agredido por muçulmanos.


Um pastor e apresentador de TV foi atacado por muçulmanos no que a polícia chama de “crime de ódio religioso”. O pastor Noble Samuel, 48, nascido no Paquistão, estava indo para o estúdio de gravação de seu programa quando um carro estacionou na frente dele. Um homem desceu do carro e pediu informações sobre como chegar em Urdu.
De acordo com o pastor Noble, o homem “colocou a mão em minha janela, que estava meio aberta, agarrou meu cabelo e abriu a porta. Ele começou a bater em meu rosto e pescoço. Ele tentava esmagar minha cabeça no volante, então agarrou minha cruz e a puxou. Os outros dois homens saíram do carro e levaram minha Bíblia e meu laptop”.
Depois do ataque, o pastor Samuel foi apresentar o programa normalmente. O dono da rede de televisão, muçulmano, entrou no ar para condenar o ataque. Durante as últimas semanas, o pastor Samuel percebeu que muitos muçulmanos ligaram para o programa opondo-se a suas opiniões. “Eles discutiram comigo; estavam muito agressivos por discordarem de minha visão cristã.”A polícia alertou a família sobre a possibilidade de próximos ataques. O pastor disse temer pela segurança de sua mulher e filho.
Fonte: Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
©2009 ** Por ADILINHA