"Dai-me cem pregadores que nada temam senão o pecado, e nada desejam senão a Deus, e não me importaria se fossem clérigos ou leigos. Com eles eu sacudiria as portas do inferno e estabeleceria o Reino de Deus na terra."


John Wesley

24 de abr de 2009

Nívea Soares lota Citibank Hall em gravação do DVD acústico.



O álbum Nívea Soares Acústico promete surpreender o público pela qualidade técnica e a beleza da gravação.
Artigo e entrevista por Priscila Silva

Na noite de 18 de fevereiro, cerca de 3.000 pessoas lotaram o Citibank Hall, em Moema, na capital paulista, para conferir a gravação do DVD Nívea Soares Acústico. Idealizado e produzido pela Aliança, o projeto contou com as participações de Ana Paula Valadão (Diante do Trono), Fernanda Brum, David Quinlan e Adhemar de Campos, amigos que fazem parte da vida de Nívea - como PG (ex Oficina G3), Rafael Bernardo (finalista do concurso Ídolos), Helena Tannure (Diante do Trono) e Leonardo Gonçalves, entre outros - e agora presenciaram um dos maiores momentos de sua história.
Trata-se da concretização de um sonho da cantora, que fez uma releitura dos grandes sucessos dos álbuns Reina sobre Mim, Enche-me de Ti e Rio, além das canções Mais Perto Quero Estar e Sobre as Águas. “A idéia central do trabalho foi justamente ressaltar a necessidade de estarmos sempre dispostos a reaprender a fazer a obra de Deus”, disse Nívea.
A gravação, programada para a noite, mexeu com a emoção de todo o público, que durante a tarde já era responsável por formar uma gigantesca fila próxima à casa de shows, contornando alguns quarteirões. O tempo de espera na fila foi recompensado no fim da gravação, quando a cantora desceu do palco e foi ao encontro dos “queridos irmãos”, como ela costuma referir-se ao público, para passar um momento único na companhia dos fãs, tirar fotos e autografar.
Ao todo, foram três horas de muito louvor, adoração, lágrimas, quebrantamento e muita festa. Nívea se mostrou bem descontraída o tempo todo, e apesar de uma verdadeira mega-estrutura de produção, conseguiu transformar a apresentação em um momento de louvor, interagindo bastante com a platéia em todos os momentos da gravação.
De acordo com Ricardo Carreras, diretor geral do evento, além da performance dos músicos, um dos destaques da gravação foi o aparato tecnológico utilizado na realização do evento. Todos os detalhes foram planejados de forma que o resultado final fosse o melhor possível, a começar pela escolha do palco, que tem a proporção ideal para gravações no formato Widescreen.
“Com base na qualidade das imagens e do áudio que temos em mãos, este DVD promete surpreender o público”, antecipou Carreras. Vale ressaltar ainda que Nívea Soares Acústico foi gravado em HDTV - High Definition Television, e será lançado também em Blu-Ray. Essa é mais uma das vitórias conquistadas pelo povo escolhido! Glória a Deus por isso!
A repórter Priscila Silva participou da Coletiva de Imprensa que a cantora ofereceu, antes da gravação do DVD. Confira aqui a entrevista, na íntegra:
* O ano de 2009 será marcado na sua carreira com um novo projeto, Nívea Soares Acústico. Quais as expectativas para o resultado deste projeto?
NV- As duas gravações de DVD que fizemos anteriormente, Enche-me de Ti (2004) e Rio (2007), foram profundamente marcadas pela graça e unção do Senhor. Muitas vidas foram transformadas através destes projetos, inclusive as nossas. Toda glória a Jesus! Minha expectativa além de um trabalho de excelência (algo marcante nas produções da Aliança), é de que a presença do Senhor se manifeste e nos surpreenda mais uma vez. O propósito maior é o de que mais vidas sejam tocadas e renovadas pelo Espírito Santo de Deus. Vivemos numa época em que muitos estão desmotivados, frustrados e sem forcas pra continuar. Creio que Deus deseja trazer renovo aos corações. Tenho orado para que sejamos instrumentos dele no dia da gravação.
* A gravação acontecerá na casa de espetáculos Citibank Hall, uma das mais tradicionais em São Paulo. O que você espera do público paulistano?
NV- Existe uma boa expectativa das pessoas em relação à gravação. Muitos paulistas e também pessoas de outros estados, têm nos ligado, mandado e-mails dizendo que tem orado por nós e esperam poder estar na gravação. Que todos estejamos com os olhos em Jesus e com o coração aberto e sincero para adorá-lo intensamente.
* A Aliança é responsável pelo convite deste projeto de DVD e CD. Inclusive, você já participou de vários outros projetos da APD (Aliança Produção e Distribuição). Como foi a experiência de participar do DVD do Vineyard (Vem Esta é a Hora - ao vivo) e do cantor Adhemar de Campos?
NV- Senti-me muito privilegiada em poder participar destes dois projetos. O Pr. Adhemar é um referencial da minha geração. Suas canções têm sido instrumento na minha vida e na vida de tantos outros. Tenho a alegria de conhecê-lo e a sua família. São muito queridos! Ele e a Aurora são pessoas que ministram na minha vida, que tem sido como pais nos últimos anos, apesar de estarmos fisicamente longe (eles em Sampa e nós em Belo Horizonte). São um presente de Deus pra mim e para meu esposo. O ministério da Vineyard tem nos abençoado há muitos anos. Lembro-me de uma época, quando fui profundamente ministrada pelo Senhor através de canções como “Breathe” e “Hungry”, entre tantas outras. Cada uma daquelas letras traduzia perfeitamente o clamor do meu coração por mais de Deus. Tive experiências tremendas com o Senhor enquanto adorava ao som dessas canções. Foi maravilhoso e me senti muito honrada em poder estar com o pessoal da Vineyard Brasil na sua gravação.
* É fato que na hora de gravar um novo trabalho, são muitas as decisões como a pré-produção e também a pós-produção. Por que você decidiu gravá-lo em acústico?
NV- Desde o inicio de 2008, eu e o Gustavo vínhamos conversando a respeito de um CD acústico. A idéia partiu dele. A princípio, como resposta ao desejo de se fazer uma releitura de algumas canções, incluindo do primeiro CD “Reina Sobre Mim” (feito em estúdio no ano de 2003, sem a gravação de um DVD ao vivo). Seria uma oportunidade de ministrar estas canções em DVD, e também de dar a elas uma roupagem diferente, alcançando pessoas que se identificam mais com o gênero acústico. Foi quando o Ricardo e o Maurício, da Aliança, nos fizeram o convite para gravar este DVD. Oramos e sentimos paz a respeito. Logo depois conversamos com nossa liderança no Diante do Trono, que nos abençoou e liberou para este projeto.
* O sucesso de um trabalho depende muitas vezes da escolha do repertório. Como foi feita essa escolha?
NV- Creio que as canções precisam contar uma história, ter uma sequência que faça sentido não só musicalmente, mas também espiritualmente. As mensagens têm que se completar. Orei ao Senhor que nos direcionasse neste sentido, e depois de ter feito algumas listas, chegamos à que parecia ser a certa.
* Dentre o repertório escolhido, qual canção marcou mais o seu ministério?
NV- É difícil dizer ao certo. Não me lembro exatamente de todas as ocasiões em que compus. Muitas canções vieram como a concretização de palavras que o Senhor vinha trazendo ao meu coração. Outras fluíram de períodos de sofrimento mesmo. Enfim, todas são orações ao Senhor. Uma que me marcou muito foi “Reina Sobre Mim”. Eu vinha lendo Apocalipse, quando me deparei com o versículo 17 do capitulo 3, quando o Senhor adverte a igreja de Laodicéia a se arrepender de seu orgulho espiritual: “pois dizes: estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu”. Creio que um dos nossos piores inimigos é o orgulho. É o que nos impede de receber a graça e o favor do Senhor. Deus resiste ao soberbo, mas sempre da graça àquele que se humilha e reconhece que toda a boa dádiva vem dEle e para a glória dEle. A “mornidão” espiritual que Jesus confronta é um fruto da nossa indisposição em reconhecer nossa miséria diante da grandeza e supremacia de Deus. Nós é que precisamos e dependemos de Deus. Ele sem nós continua sendo Deus. Ele vomita o que é morno. Fui profundamente marcada por esta mensagem, e um dia a canção fluiu. Tivemos experiências tremendas durante ministrações. O Espírito de Deus veio com poder, e muitas pessoas se prostraram diante do Senhor com arrependimento e lágrimas. Pastores, líderes de louvor, igrejas inteiras foram abaladas por esta declaração: “sou pobre, cego, e nu, nada tenho pra te oferecer… Reina sobre mim, eu me rendo a Ti”. Toda glória pertence ao Senhor Jesus! Digo isso com muito temor em meu coração.
* Este projeto contará com participações especiais de alguns líderes de louvor. Como foi a escolha dos cantores para este DVD?
NV- Creio que Deus está nisso em todos os aspectos. Não é por acaso que este CD está sendo feito pela Aliança. Os ministros que estarão participando são pessoas com quem eu tenho realmente uma aliança em Deus. Gente que marcou em alguma época da minha vida, e que ainda tem marcado. Se o Senhor permitir, estarão conosco os amigos David Quinlan, a Ana Paula Valadão, o Adhemar de Campos e a Fernanda Brum.
* O estilo louvor e adoração, sempre teve seu público fiel. Qual sua visão sobre a nova fase do louvor e adoração no país e quais nomes você destacaria?
NV- Tenho aprendido que adoração não é estilo musical e nem música, mas é a realidade de vida de todo aquele que verdadeiramente tem um relacionamento com Deus através de Jesus. Adoradores não são uma elite que lida com a música, mas todos os que estão andando com Jesus. Deus não está presente apenas nos cultos ou momentos que consideramos “espirituais”. Ele está conosco todos os dias e em todos os momentos. Somos habitação do Seu Espírito. Ou seja, estamos TODO O TEMPO em adoração. Com certeza pode-se adorar a Deus através da música, mas ela é apenas um pedacinho de uma vida toda que precisa estar em adoração, rendida diante de Deus e de Sua vontade. Creio que alguns têm se confundido a este respeito. Por isso, infelizmente, existem pessoas que, por não caminhar na realidade da vida com Jesus, apenas repetem o que ouvem de outros. São, como alguém já disse, ministros de plástico sem vida real, sem essência, sem intimidade com Deus. Apenas produtos. Se o que vende mais é a “música de adoração”, então vamos usar a fórmula e dar às pessoas o que elas querem comprar: “produtos de adoração”. Não creio que a adoração seja um produto. Assim como cantores cristãos não são produtos, são pessoas. Eles têm problemas, conflitos, necessidades e anseios. Às vezes sinto falta de ver o que há de normal, humano e sincero por trás da figura de perfeição de alguns ministros de louvor. Creio que Deus preza a verdade mais do que a maquiagem espiritual, que parece mais não é. Felizmente muitos ministros têm feito diferença no nosso tempo. Gente que realmente caminha com Jesus e que tem ouvido Dele. Não são melhores que outras pessoas. Têm consciência de que são apenas parte do corpo de Cristo, servos. Têm muitos ministros que tem sido referencial pra mim nos últimos tempos, entre eles o próprio Adhemar de Campos, o Gerson Ortega, o Judson de Oliveira, a Christie Tristão (Asas da Adoração), o Jorge Russo, e outros. Todos são gente que tive o privilégio de conhecer pessoalmente na plataforma e em suas casas. Gente que pode impor as mãos sobre esta geração e trazer algo do coração do Pai.
* Olhando em retrospectiva, o que você diria sobre os momentos de todos estes anos de ministério?
NV– Tem sido muito bom apesar das lutas que vem e vão. É um privilégio grande demais servir a Jesus! Não tem nada mais gratificante do que ver as vidas sendo transformadas e tocadas pelo Senhor. Isso é pura bondade de Deus! Acertei muito e também errei muitas vezes. Estou aprendendo e quero continuar a dar o meu melhor para o Senhor. Aprender com passado e seguir olhando pra Jesus. Tenho consciência de que estou apenas começando, sei que Deus tem muito mais coisas pra fazer. Quero apenas ser recebida por Jesus naquele grande dia do nosso encontro, e ter o privilégio de ouvir dEle: “serva boa e fiel!” Que Ele continue me dando graças!
* O que você diria para o público que acompanha a sua carreira e que irá escutar seu novo trabalho?
NV– Que cada um seja abençoado através deste projeto, que vidas sejam edificadas para glória do Senhor Jesus. Eu não acredito em ícones. Creio que Deus usa as coisas simples e as que não são para envergonhar as que são. Creio que Deus quer usar você para marcar essa geração com a glória Dele. Não é na sua força e nem por causa da sua capacidade. É pela graça do Senhor. Se disponha, e Ele fará grandes coisas em você e através de você. Orem por nós para que o Senhor nos dê graça e nos use no dia da gravação. São muitos detalhes para serem vistos e precisamos do agir do Senhor em cada um deles. Contamos com vocês.
Em breve, nas livrarias de todo o país, estará disponível o cd
CD e DVD Nívea Soares Acústico. Adquira o seu!
Fotos: Divulgação/Aliança e Priscila Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
©2009 ** Por ADILINHA